• Notícias

  • Colunistas

  • Agenda

  • Parceiros

    Parceiros
  • Notícias

    • Ofertas Supermercado Bernardão

      SUPERMERCADO BERNARDÃO

      1º SABÃO EM PÓ OMO 1,6 KG R$ 13,98

      2º AMACIANTE TUFF 5 LITROS R$ 8,99

      3º PAPEL HIGIÊNICO PERSONAL: LEVE 12 PAGUE 11 – 30 METROS R$ 7,49

      4º ARROZ VASCONCELOS 5 KG R$ 13,98

      5º MILHO VERDE MINAS MAIS 200 GRAMAS R$ 0,99

      6º PALETA BOVINA / ACÉM RESERVA KG R$ 14,99

      OFERTAS VÁLIDAS “APENAS” PARA ESTA SEGUNDA20/05/19

    • Inscriçoes para Simposio de Educação, Saúde e Meio Ambiente

      INSCRIÇÕES PARA SIMPÓSIO DE EDUCAÇÃO, SAÚDE E MEIO AMBIENTE TERMINAM HOJE, 17

      Terminam hoje as inscrições para o Simpósio de Educação, Saúde e Meio Ambiente 2019 do UNICERP. Alunos e professores podem se inscrever no link www.unicerp.edu.br/eventos/simposio-educacao-saude-e-m.-ambiente. Pessoas da comunidade que desejam participar devem procurar os coordenadores dos cursos envolvidos na organização do evento.

      Para confirmar a inscrição, os participantes têm que trocar leite e/ou óleo pelo crachá do evento. As trocas vão até a segunda-feira, 20, no Núcleo de Práticas Jurídicas, Administrativas e Contábeis. O crachá será repassado mediante a entrega de dois litros de óleo de cozinha, ou dois litros de leite tipo Longa Vida, ou, ainda, um litro de óleo mais um litro de leite. A organização alerta para que os participantes fiquem atentos quanto à data de validade dos produtos.

      O Simpósio

      Promovido pelos cursos de Ciências Biológicas, Educação Física, Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Pedagogia e Psicologia, a edição 2019 do Simpósio de Educação, Saúde e Meio Ambiente acontece nos dias 21 e 22 de maio.

      Serão apresentadas aproximadamente 30 atividades científicas e culturais, como minicursos, debates, palestras e oficinas. Todas as atividades serão promovidas no campus do UNICERP (laboratórios, salas de aula e auditórios).

      A programação completa também está disponível na página do evento, dentro do site www.unicerp.edu.br.

      Por Luiz Costa Júnior (Comunicação UNICERP) | Foto: Arquivo Secom Unicerp

       

    • Presidente do CNC comenta cenário do mercado

      P1 / Ascom CNC

      BALANÇO SEMANAL — 13 a 17/05/2019

      Para Silas Brasileiro, produtores precisam ouvir as recomendações para evitar excesso de oferta e consequentes baixos preços

      * Silas Brasileiro

      Neste artigo, vamos focar em uma palavra tão importante para os nossos produtores, que é a remuneração justa paga por saca de café, haja vista que, atualmente, trabalhamos em um mercado predatório, cujos preços praticados se encontram abaixo do custo de produção.

      Tem sido feito um esforço comum pelas diversas lideranças da cafeicultura mundial e, em especial a brasileira, no sentido de mostrar o empobrecimento de nossos produtores.

      Não é por demais valorizar que, se não fosse a criação do Consórcio Pesquisa Café, em 1997, e, dois anos após, a criação da Embrapa Café, com investimentos da ordem de US$ 90 milhões, não estaríamos sobrevivendo ao mercado.

      Graças à pesquisa coordenada pelo Consórcio, com a participação das empresas estaduais, fundações e universidades, em 20 anos saímos de uma produção média, no Brasil, de oito sacas para 33 sacas por hectare atualmente.

      Este vultoso investimento só foi possível graças ao Conselho Deliberativo da Política do Café (CDPC), partilhado por toda a cadeia, passando pela produção, indústrias de solúvel, torrefação, moagem e exportação, cuja criação surgiu de uma Comissão Especial presidida pelo deputado federal Carlos Melles, da qual tive o privilégio de ser o relator.

      Temos um Conselho instituído que mantém a nossa cultura do café e, se vivemos esta adversidade de preços, é porque o Conselho Nacional do Café (CNC) não foi ouvido, embora tenha alertado permanentemente os nossos produtores sobre o risco de uma oferta superior à demanda.

      Esse fato é real, infelizmente ocorreu, é a bem da verdade! Sem temor por enfrentar a realidade, enfatizo que a razão dos baixos preços é a oferta maior do que o consumo.

      É bom destacar que reconhecemos as dificuldades pelas quais passam os produtores brasileiros e de todo o mundo. Estamos trabalhando para que sejam criados mecanismos que possam atenuar os preços hoje praticados, trabalho que vem sendo desenvolvido junto com a Frente Parlamentar do Café, o Instituto Pensar Agro (IPA), a Comissão Nacional do Café da CNA e os Ministérios envolvidos, começando, sem dúvida, pelo da Agricultura.

      O que não podemos tolerar, neste cenário, são manifestações que em nada contribuem para ajudar os nossos produtores!

      Em nossa visão, se não fossem a evolução da pesquisa e da qualidade e o aumento da produtividade por hectare do café, tendo como resultante menores custos de produção, a dificuldade do nosso produtor seria muito maior.

      Esta dificuldade não ocorre somente no Brasil. Todos que acompanham a evolução do mercado veem que as outras nações produtoras estão com situação mais desfavorável que a nossa, pois não têm investimento em pesquisas como temos. Se tivéssemos a produtividade de 20 anos atrás, não existiria mais produção de café em nosso País e a nossa sobrevivência estaria seriamente comprometida.

      No âmbito internacional, com o objetivo de conscientizar e engajar os governos e agentes privados dos países produtores e consumidores para a implantação de ações de enfrentamento da crise de preços, aprovamos, na reunião de setembro de 2018 da Organização Internacional do Café (OIC), a Resolução 465.

      Entre outras disposições, e visando ao equilíbrio entre oferta e demanda global de café, a Resolução 465 orienta o aumento de consumo focado nos países produtores, a exemplo do Brasil, que absorve 40% do café que produz.

      Essa estratégia começou a ser implementada na reunião da OIC de março, em Nairobi, no Quênia, com a apresentação das lições e recomendações do Guia Detalhado da Organização para Promoção do Consumo de Café nos Países Produtores e da realização de amplas discussões visando ao seu aprimoramento.

      Ainda no tocante à implantação da Resolução 465, o CNC participará do simpósio interativo “Alcançando os ODSs: desafios à cadeia de valor do café. Soluções compartilhadas para os níveis de preços do café, a volatilidade e a sustentabilidade no longo prazo”, que será realizado em 6 de junho de 2019, no Centro de Congressos Albert Borschette, em Bruxelas, na Bélgica.

      Organizado pela OIC, em parceria com a Federação Europeia do Café e sob a égide da Comissão Europeia, este simpósio é o quinto evento que se realiza como parte do “Diálogo Setorial Estruturado” para implementar a Resolução 465 sobre Níveis de Preços do Café.

      Em Bruxelas, o CNC apresentará informações sobre a importância do cooperativismo para ampliar a resiliência do setor da produção de café à volatilidade dos preços, destacando os serviços de hedge prestados aos cafeicultores.

      O CNC, representando as cooperativas que fornecem insumos, apoio técnico, financiamentos, armazenamento e comercialização, tem se dedicado ativamente para contribuir com a produção, em conjunto com a Comissão Nacional do Café da CNA, para, com responsabilidade, mitigar a aguda crise por que passam os nossos cafeicultores.

      * Silas Brasileiro é presidente executivo do Conselho Nacional do Café

    • Ofertas Supermercado Bernardão

      SUPERMERCADO BERNARDÃO

      1º LEITE ITALAC 1 LITRO R$ 2,49

      2º FEIJÃO CARIOCA FUFU LEGAL 1 KG R$ 3,49

      3º ROSQUINHA MABEL 800 GRAMAS R$ 5,99

      4º KIT: COCA-COLA 2 LITROS E FANTA 2 LITROS R$ 9,99

      5º COXÃO MOLE RESERVA KG R$ 19,98

      6º BANANA PRATA / BANANA MARMELO / LARANJA / MAMÃO FORMOSA / ABOBRINHA ITALIANA KG R$ 1,98

      OFERTAS VÁLIDAS “APENAS” PARA ESTA TERÇA E QUARTA 14/05 e 15/05/2019

    • Câmara Municipal presta homenagem aos bombeiros

      Câmara Municipal presta homenagem aos bombeiros durante a

      14ª Reunião Ordinária

      A Câmara Municipal de Patrocínio realizou na noite de terça-feira, 14.05, a 14ª Reunião Ordinária de 2019, com as presenças de 13 vereadores. Iniciando os trabalhos da noite, a Vereadora Raquel Rezende fez a leitura bíblica. Em seguida foram entregues Moções de Aplausos aos três Bombeiros que Patrocínio que participaram dos resgates da tragédia de Brumadinho. Após as homenagens, a Ata da 13ª Reunião Ordinária foi votada e aprovada por todos os presentes.

      Matérias encaminhadas às Comissões permanentes e pertinentes para emissão de parecer:

      · Processo de Lei nº 318/2019 – Institui o Dia Municipal de Mobilização dos Homens pelo fim da Violência contra as Mulheres (autor: Vereador Ricardo Balila).

      · Processo de Lei nº 319/2019 – Institui o Dia Municipal do Ciclista (autor: Vereador Ricardo Balila).

      · Processo de Lei nº 320/2019 – Dispõe sobre a notificação compulsória de casos de violência autoprovocada, incluindo tentativas de suicídio e a automutilação, no âmbito do Município. (autor: Vereador Thiago Malagoli).

      · Processo de Lei nº 321/2019 – Dispõe sobre a obrigatoriedade da municipalidade em plantar 10 (dez) árvores à cada corte de 01 (uma) árvore, no âmbito do Município (autor: Vereador Thiago Malagoli).

      · Substitutivo ao Processo de Lei nº 260/2019 – Denomina de “Neuza Maria Guimarães de Moura” a área coberta para recreação e a cantina da escola Municipal Dona Mulata, em Patrocínio-MG (autora: Vereadora Adriana de Paula).

      ORDEM DO DIA

      2ª (SEGUNDA) DISCUSSÃO VOTAÇÃO E REDAÇÃO FINAL:

      · Processo de Lei Complementar nº 52/2019 – Altera dispositivo na Lei Complementar nº 184 de 1º de março 2019 (autor: Vereador Valtinho do Jandaia).

      · Processo de Lei nº 300/2019 – Altera a Ementa e art. 1º da lei nº 5.059/2018. (autor: Vereador Prof. Alexandre Vitor C. da Cruz).

      · Processo de Lei nº 301/2019 – Denomina de “Creuza Maria de Lima” a praça pública no bairro Amir Amaral, no Município de Patrocínio. (autor: Vereador Valtinho do Jandaia).

      · Processo de Lei nº 304/2019 – Denomina de “Oneida Geralda Capuano” a quadra poliesportiva coberta a ser construída no Projeto Guri. (autor: Vereador Prof. Alexandre Vitor C. da Cruz).

      · Processo de Decreto Legislativo nº 140/2019 – Concede Título de Cidadão Honorário ao Sr. Douglas Marcos Garcia Rosa (Vereadora Raquel Rezende).

      · Processo de Decreto Legislativo nº 141/2019 – Concede Título de Cidadão Honorário ao Sr. João Batista Botelho (Vereadora Adriana de Paula).

      1ª (PRIMEIRA) DISCUSSÃO E VOTAÇÃO:

      · Processo de Lei Complementar nº 54/2019 – Acrescenta requisito mínimo de três anos de atividade jurídica para provimento do cargo de advogado constante do anexo II da Lei Complementar nº 50/2008 que dispõe sobre a estrutura administrativa, estabelece o quadro de cargos, funções e respectiva remuneração da Câmara Municipal de Patrocínio. (autor: Mesa Diretora)

      · Processo de Lei nº 281/2019 – Dispõe sobre a proibição dos hipermercados (atacados) efetuarem conferência das compras dos clientes após o pagamento, no Município de Patrocínio e dá outras providências. (autor: Ver. Thiago Malagoli)

      · Processo de Lei nº 309/2019 – Torna obrigatória a inserção de mensagem na contracapa do carnê de IPTU, a especificação dos contribuintes que tem direito a isenção do tributo e dá outras providências (autora: Vereadora Marcilene Jacinto)

      · Processo de Lei nº 310/2019 – Torna obrigatória a inserção de mensagem no talão de água, as especificações dos contribuintes que tem direito a isenção de tarifa de água e dá outras providências. (autora: Vereadora Marcilene Jacinto)

      · Processo de Decreto Legislativo nº 142/2019 – Concede Título de Cidadã Honorária a ilustre senhora Neuza Maria Ribeiro Gorreri (Vereadora Neuza Mendes).

      · Processo de Decreto Legislativo nº 143/2019 – Concede Título de Cidadã Honorária a Sra. Paloma Carolline Lopes Pereira (Vereador Rogério Nelis)

      DISCUSSÃO E VOTAÇÃO ÚNICA:

      · Parecer da Comissão de Legislação, Justiça e Redação pela Não Tramitação do Processo de Lei nº 53/2019 – Altera a Lei Complementar nº 40/2006, que dispõe sobre o Sistema Tributário Municipal e as normas gerais de direito tributário aplicáveis ao Município e dá outras providências (autor: Vereador Panxita). O autor solicitou a retirada de pauta para apresentar contra razão sobre o parecer da comissão.

      Foram votadas a aprovadas 15 Indicações e 6 Moções de Aplausos. O Requerimento de Informações foi votado e negado por 8 votos a 3.

      GRANDE EXPEDIENTE

      O espaço do Grande Expediente foi utilizado pelos vereadores, Thiago Malagoli, Ricardo Balila, Joel de Carvalho e Dr. Ari.

      Assessoria de Comunicação

      Câmara Municipal de Patrocínio

    • KM Moda Masculina, Feminina, linha teens e acessórios

      KM Modas
      Moda Masculina, Feminina, linha teens e acessórios
      Av Rui Barbosa 632, Centro
      Fone: 3831-5397
      Whats: 9 8883-2596

    • Ofertas Supermercado Bernardão

      SUPERMERCADO BERNARDÃO

      1º SABÃO EM PÓ OMO 2,8 KG R$ 19,57 – NESTA EMBALAGEM O KG SAI A R$ 6,99

      2º AMACIANTE YPÊ 5 LITROS R$ 13,98

      3º PAPEL HIGIÊNICO PERSONAL VIP 30 METROS – LEVE 12 E PAGUE 11 R$ 11,98

      4º ARROZ COCAL AGULHINHA 5 KG R$ 12,98

      5º AÇÚCAR DELTA 5 KG R$ 7,99

      6º ACÉM  RESERVA KG R$ 14,98

      OFERTAS VÁLIDAS “APENAS” PARA ESTA SEGUNDA 13/05/19

    • Catiguá Tênis Clube foi palco do Fórum de Mercado e Política da Cafeicultura

      Catiguá Tênis Clube foi palco do novo formato do Fórum de Mercado e Política da Cafeicultura do Cerrado Mineiro, realizado pela ACARPA

      Na tarde de quarta-feira dia 08/05/2019, aconteceu o Fórum de Mercado e Política da Cafeicultura do Cerrado Mineiro em sua 19ª Edição. Aproximadamente 350 pessoas participaram do evento entre produtores, lideranças, instituições de credito, empresários, exportadores, imprensa e entidades do setor produtivo.

      Marcelo Queiroz, vice presidente da Acarpa, Francisco Sergio de Assis – Presidente da Federação dos Cafeicultores do Cerrado, Ricardo dos Santos Bartholo- Presidente da Expocaccer, Silas Brasileiro – Presidente do CNC, Silvio Farnese – Diretor do Departamento de Comercialização e Abastecimento do Mapa e Frederico de Queiroz Elias – Presidente da ACARPA saudaram os presentes e se posicionaram sobre as ações desenvolvidas, destacando a importância do agronegócio café.

      Em seguida, foi feita a leitura de ofícios dos deputados federais Greyce Elias e Evair de Melo que foram convidados e justificaram suas ausências.

      Quem esteve no evento pode conhecer também sobre as diretrizes em que o governo estadual está adotando para a cafeicultura através da participação do sr Amarildo José Brumano Kalil – Secretario Adjunto da Secretaria de Estado de Agricultura Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais.

      Logo após o economista Samy Dana fez sua palestra abordando o tema  Perspectivas Econômicas e as Oportunidades Brasil.

      O fórum também contou com  a participação do Sr Nelson Carvalhaes – Presidente do CECAFÈ que se posicionou sobre sua experiencia quanto ao mercado do café e como moderador conduziu o debate entre palestrantes e público presente.

      Para o Presidente da Acarpa, Fred Elias, “É um momento de celebração da colheita do Café na Região do Cerrado Mineiro e marca o início de uma etapa importante do segmento na Região. O produtor se preocupa com a situação econômica do país, do mundo e, quais os reflexos que irão gerar para o agronegócio Café. Da porteira para dentro, a preocupação é com uma colheita bem conduzida, grãos de qualidade e rentabilidade. Nós da Acarpa – Associação dos Cafeicultores da Região de Patrocínio, juntamente com os nossos parceiros, criamos um ambiente interativo para minimizar as preocupações dos cafeicultores, reunimos toda a cadeia produtiva, do produtor ao exportador e de forma dinâmica e com o foco em apresentar soluções, promovemos a troca de informações e experiências”, concluiu Fred.

      Inúmeras lideranças estiveram participando e durante todo o evento os cafeicultores tiveram a oportunidade de relacionarem com os patrocinadores do evento lideranças do agronegócio e participarem das rodadas de conversas.

      Após a finalização das palestras foi servido o Jantar aos participantes ao som do cantor Acácio Vilela.

    • Realizado Simpósio de Ciência e Tecnologia 2019 do UNICERP

      SIMPÓSIO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA 2019 É REALIZADO POR 5 CURSOS DO UNICERP

      Aconteceu nos dias 7 e 8 de maio o Simpósio de Ciência e Tecnologia 2019 do UNICERP. O evento foi uma realização dos cursos de Agronomia, Arquitetura e Urbanismo, Cafeicultura, Engenharia Civil e Medicina Veterinária do Centro Universitário do Cerrado Patrocínio.

      Esta edição trouxe temas em alta nas profissões que englobam o evento. Cerca de 800 pessoas, entre alunos, professores e profissionais, participaram das mais de 30 atividades.

      O empreendedorismo e a inovação também estiveram presentes dentro da programação. O Simpósio de Ciência e Tecnologia 2019 foi encerrado com a Feira de Inovação e Tecnologia, expondo produtos e serviços de empresas e conselhos regionais.

      As palestras, oficinas e minicursos aconteceram no campus do UNICERP. Durante o Simpósio foi promovida a IV Feira do Espresso, organizada pelo curso de Cafeicultura do UNICERP.

      Por Luiz Costa Júnior (Comunicação UNICERP) | Fotos: Luiz Costa Júnior/Michelle Brasileiro

      Autorizada reprodução total ou parcial, desde que citada a fonte

    • Presidente do CNC participa de evento da Acarpa

      P1 / Ascom CNC
      BALANÇO SEMANAL — 06 a 10/05/2019

      Fórum de Mercado e Política da Cafeicultura debateu cenários econômico e político nacional e internacional

      Na quarta-feira, 8 de maio, o presidente do Conselho Nacional do Café (CNC), Silas Brasileiro, participou, junto com o diretor do Departamento de Comercialização e Abastecimento do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Silvio Farnese, da 19ª edição do “Fórum de Mercado e Política da Cafeicultura da Região do Cerrado Mineiro”, realizada pela associada Associação dos Cafeicultores da Região de Patrocínio (Acarpa), no Salão Nobre do Catiguá Tênis Clube, em Patrocínio (MG).

      O evento teve formato de talk show, criando um ambiente de interatividade entre palestrantes e os mais de 350 convidados. “O Fórum sempre traz à tona a constante preocupação da Acarpa com os cenários econômico e político nacional e internacional e seus reflexos para o café. Este ano debatemos políticas públicas de fomento e fortalecimento da cafeicultura e as perspectivas econômicas e oportunidades no Brasil, contando com a importante contribuição de Farnese como representante do governo”, comenta o presidente do CNC.

      Na oportunidade, Silas Brasileiro também expôs aos presentes os trâmites realizados para a obtenção de orçamento recorde do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) para a safra 2019 e a importância do fato para os cafeicultores poderem comercializar seu produto a preços remunerativos, fugindo dos momentos de baixa do mercado.

      O presidente do CNC conclui parabenizando a associada Acarpa pelo profissionalismo na organização do Fórum. “Como em todos os anos, foi um evento crucial para o setor e que atingiu seu objetivo de promover, representar e comemorar o início de uma nova safra no país, contribuindo para o fortalecimento da agricultura de Minas Gerais e do Brasil”.

  • Publicidade