• Notícias

  • Colunistas

  • Agenda

  • Parceiros

    Parceiros
  • Enquete

    O que achou do site?

  • Notícias

    • CAR termina em Maio de 2015

      Até o momento o governo mantém a data de maio de 2015 como prazo final para que os produtores rurais façam o Cadastro Ambiental Rural. O CAR foi um dos assuntos da reunião das ministras da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, e do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, ontem (05), com os secretários estaduais de agricultura e de meio ambiente.

      Até o momento, de acordo com os dados apresentados pelo Serviço Florestal Brasileiro (SFB), órgão do Ministério do Meio Ambiente (MMA) responsável pelo CAR, cerca de 551 mil cadastros já foram realizados, totalizando 132 milhões de hectares. Isso corresponde a aproximadamente 40% do total que ainda deve ser cadastrado até maio deste ano.

      Prazo
      Os produtores rurais devem ficar atentos ao prazo de inscrição no Sistema de Cadastro Ambiental Rural (Siscar) – sistema eletrônico que comporta todas as informações da propriedade – que vai até o dia 06 de maio de 2015.

      No momento do cadastro, o produtor identifica a localidade e as delimitações da propriedade e deve fornecer ainda imagens por satélite. Por isso, agricultores que não tiverem as informações necessárias para realizar o cadastro, devem procurar a ajuda de um técnico.

      A Acarpa oferece apoio aos produtores através de seu departamento ambiental, com um profissional capacitado para a orientação. Atendimento é de segunda a sexta-feira, entre 8h30 às 11h e 13h às 17h30. Agendamento de horário pelo (34) 3831-8080.

      Para realizar o cadastro, o produtor pode acessar o endereço eletrônico http://www.car.gov.br , baixar o Módulo de Cadastro, preenchê-lo e enviá-lo para análise por meio da internet.
      Fonte adaptada MAPA

    • Vereadores prestigiam inauguração da Praça da Saúde em São João da Serra Negra

      Na noite de quinta-feira, 05/02, a Administração Municipal inaugurou a Praça da Saúde no distrito de São João da Serra Negra, uma antiga reivindicação dos moradores da localidade e que será mais um espaço para a prática de atividades esportivas proporcionando mais lazer, saúde e qualidade de vida à população. O Poder Legislativo esteve representado pela Presidente, Marly Fátima de Souza Ávila e pelos vereadores Fábio de Paulo dos Reis (Vice-Presidente); José de Arimateia Neves – Dr. Ari; Dr. Marco Antônio de Castro Alves; vereadoras Adriana Fátima de Paula Magalhães e Neuza Mendes e Cássio Remis Santos (Presidente gestão 2013/2014), que foi o responsável pela liberação dos recursos junto ao governo estadual na gestão do governador Antônio Anastasia.
      A Praça
      Instalada ao lado do poliesportivo, a Praça é um espaço seguro e estruturado para as atividades do programa Longevidade, Saúde na Praça, além de um local para diversão. De acordo com o Secretário Municipal de Esportes e Lazer, Marcos Remis Santos, foram instalados 12 equipamentos para a realização de exercícios, nos mesmos moldes das demais Praças já montadas em Patrocínio. São: 1 simulador de caminhada duplo conjugado; 1 esqui duplo conjugado; 1 remada sentada; 1 pressão de pernas duplo conjugado; 1 simulador de cavalgada duplo conjugado; 1 rotação diagonal – aparelho duplo conjugado; 1 remada para cadeirantes; 1 aparelho para desenvolvimento para cadeirantes; 1 placa orientativa.

    • Sindicato Rural de Patrocínio reúne imprensa para anuncio de Shows da ExpoPatrô 2015

      Sindicato Rural de Patrocínio reuniu imprensa nesta sexta dia 06 para anuncio de Shows.

      Este ano a Expopatro 2015 acontecerá de 5 a 12 de julho no Parque de Exposições Brumado dos Pavões.

      Osmar Pereira Nunes Jr Presidente do sindicato  apresenta as novidades.Passaporte custará R$ 70,00 com shows de alto nível e preços accessíveis .

      A abertura será dia 5 de julho, com a Cavalgada e a dupla Gilberto & Gilmar.

      Dia 8 Abertura Oficial do Rodeio com entrada gratuita.

      Dia 9 Milionário & José Rico/Rodeio
      Dia 10 Marcos & Belutti/Rodeio
      Dia 11 Lucas Lucco/Rodeio
      Dia 12 encerramento com um show de Fernando & Sorocaba.

    • Dupla Patrocinense será homenageada pelo Rotary Brumado

      Dupla patrocinense que embalou o 7º Costelão do Brumado será homenageada nesta quinta-feira
      Em novembro o Rotary Club Brumado dos Pavões realizou sua sétima edição do Costelão que reuniu, como sempre, um grande seleto público que degustou a costela assada á moda gaúcha com deliciosos acompanhamentos como feijão tropeiro, arroz, vinagrete entre outros.

      O sucesso desse tradicional evento, e de outros promovidos pelo Rotary Brumado, se deve ao comprometimento dos companheiros, damas e rotakidianos e também a parceiros como a dupla Adriano Vieira & Olavo Violeiro que cantaram e encantaram o público presente com um diversificado repertório musical que foi elogiado por todos.

      E como agradecer é o caminho mais curto para demonstrar a importância das pessoas que nos auxiliam nas conquistas do dia a dia o Rotary Brumado dos Pavões e sua Casa da Amizade vão promover nesta quinta-feira (5) dentro da cerimônia de posse de novos companheiros e de inauguração das reformas do salão de eventos uma merecida homenagem a dupla pela presteza e comprometimento com que atenderam o chamado para abrilhantar o tradicional evento do Rotary Brumado.

      A “Família Brumado dos Pavões” agradece a dedicação de Adriano e Olavo desejando a eles o sucesso musical mais que merecido.

    • Convite Inauguração Praça da Saúde São João da Serra Negra‏

    • Ofertas Supermercado Bernardão para quinta e sexta-feira 05 e 06/02/2015

      SUPERMERCADO BERNARDÃO

      1º COCA-COLA 3 LITROS R$ 4,99
      2º CERVEJA BAVARIA LATÃO 473 ML R$ 1,48
      3º LOMBO SUÍNO / MAÇÃ DE PEITO FRIBOI RESERVA: KG R$ 10,89
      4º EXTRATO DE TOMATE ELEFANTE 340 GRAMAS R$ 5,98
      5º MILHO VERDE FUGINI SACHÊ 200 GRAMAS R$ 0,99
      6º FRALDA DESCARTÁVEL CREMER PACOTÃO R$ 11,98
      7º AMACIANTE MINUANO 2 LITROS R$ 4,99
      OFERTAS VÁLIDAS “APENAS” PARA ESTA QUINTA E SEXTA
      05/02 e 06/02/2015

    • UNICERP terá nova praça de alimentação em 2015

      Comunidade acadêmica do UNICERP terá nova praça de alimentação em 2015

      O UNICERP está reformando e ampliando a cantina universitária que passará a ser um Espaço de Convivência e Praça de Alimentação. O projeto prevê a instalação de três diferentes empresas no mesmo ambiente, atendendo a comunidade acadêmica de forma mais rápida e confortável. O espaço terá também palco destinado às apresentações culturais. A nova praça de alimentação terá 825 metros quadrados de área construída, o dobro da área atual. As obras tiveram início em dezembro, logo após o término do ano letivo, evitando transtornos no final de 2014. A previsão de entrega das obras é 31 de março de 2015.

      Para que a comunidade acadêmica não seja prejudicada, a direção firmou parceria com o Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM), campus Patrocínio, que autorizará o acesso de alunos e professores à sua cantina, durante esse período.

      Através da Avaliação Institucional, realizada semestralmente pela CPA (Comissão Permanente de Avaliação), os alunos apontaram a cantina como um dos itens a serem melhorados pela instituição. Além dessa solicitação, o Unicerp tem buscado atender às outras demandas apresentadas. Por exemplo, na instalação de antenas Wi-Fi em cada sala de aula, melhorando assim, a qualidade da internet no campus.

    • Boletim Conjuntural do Mercado de Café

      Janeiro de 2015

      — Mercado não reflete as condições adversas para o desenvolvimento da safra e cotações do arábica acumulam queda em janeiro.
      As condições climáticas e as incertezas quanto ao tamanho e à qualidade da colheita 2015 de café do Brasil mantiveram a volatilidade elevada no mercado futuro do café arábica no primeiro mês do ano. Embora dezembro e janeiro tenham sido bastante secos e com temperaturas muito elevadas nas principais origens nacionais, repetindo o cenário observado nos mesmos meses de 2013 e 2014, as cotações do Contrato C, negociado na Bolsa de Nova York, acumularam queda.

      Conforme ilustrado no gráfico 2 (“Contrato C – Nova York”), durante a primeira quinzena de janeiro, os preços futuros do arábica seguiram tendência de alta, motivada pela perspectiva de precipitações bem abaixo dos níveis históricos nos principais estados produtores do Brasil. É importante ressaltar que a restrição de umidade é crítica para o desenvolvimento dos internódios das plantas e para a atual fase de granação do café que será colhido nos próximos meses. No entanto, o rompimento do bloqueio atmosférico, que impedia a formação de chuvas sobre o Sudeste no Brasil, motivou movimentos especulativos de curto prazo, com o único objetivo de realização de lucros, pressionando os preços internacionais da commodity até o final do mês.

      A pressão baixista pode ser considerada descolada da realidade produtiva do campo, uma vez que as recentes chuvas não têm sido generalizadas, nem abundantes, e as lavouras acumulam estresse desde a estiagem prolongada de 2014, que impediu a realização de tratos culturais adequados e motivou podas drásticas em muitas localidades. Além disso, ao contrário do observado na temporada anterior, neste ano a safra brasileira de conilon também sofrerá significativas perdas, pois o Espírito Santo é o estado da região Sudeste em situação mais crítica devido à falta de chuvas, conforme dados do Sistema de Monitoramento Agrometeorológico (Agritempo).

      A tendência de redução das colheitas ocorre concomitantemente à elevação dos volumes exportados de café, resultando em significativo encolhimento dos estoques, ou seja, em um quadro de aperto de oferta. Em 2014, as exportações brasileiras totais de café (verde e industrializado) atingiram 36,74 milhões de sacas, volume recorde e 14,8% superior ao de 2013, segundo informações do Departamento do Café do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (DCAF/MAPA).

      Coerente a esse cenário, a INTL FCStone reconheceu que o recente período chuvoso no Brasil não deve resultar em melhora significativa do quadro de aperto da oferta de café, que vem sendo carregado por duas safras, dado que as perdas na produção nacional não permitirão a formação de estoques locais. A consultoria informou que, mesmo quando se consideram as projeções de safras mais otimistas para 2015/16, “claramente a situação não parece tranquila”.

      Entretanto, o comportamento dos fundos que operam no mercado futuro e de opções de café arábica da Bolsa de Nova York não refletiu essa realidade, uma vez que houve tendência de aumento das posições vendidas e de encolhimento das posições compradas até o final do mês, repercutindo na queda das cotações do Contrato C em janeiro.

      No acumulado do mês, o vencimento março do Contrato C da ICE Futures US registrou queda de 470 pontos, sendo cotado a US$ 1,619 por libra-peso no último pregão de janeiro. A cotação média mensal, de US$ 1,69, foi 44% superior à do mesmo período de 2014. Já os estoques certificados de café da Bolsa de Nova York apresentaram redução de 45,6 mil sacas, encerrando o mês em 2,27 milhões de sacas. Em relação ao volume registrado no mesmo período do ano anterior, de 2,66 milhões de sacas, houve redução de 14,7%.

      graf 1 graf 2

      Por outro lado, o mercado futuro da variedade robusta registrou discreta valorização em janeiro. O vencimento março/2015 acumulou alta de US$ 9, sendo cotado a US$ 1.925 por tonelada no último dia do mês. A cotação média mensal, de US$ 1.956/t, foi 14% superior à de janeiro de 2014. Os estoques certificados de robusta monitorados pela ICE Futures Europe consolidam sua tendência de recomposição, encerrando janeiro em aproximadamente 2,35 milhões de sacas, volume cinco vezes superior ao contabilizado no mesmo período do ano passado.

      Em relação ao mercado internacional do café robusta, é válido comentar o expressivo aumento das exportações do Vietnã em 2014, mostrando que os preços valorizados também estimularam maiores embarques do país asiático. Dados do Escritório Geral de Estatísticas (GSO, em inglês) informam que as exportações atingiram o equivalente a 27,3 milhões de sacas de 60 kg no ano passado, volume 25% superior ao de 2013. A receita gerada foi de US$ 3,45 bilhões, 26% maior que os US$ 2,74 bilhões alcançados no período anterior.

      Em consequência da depreciação das cotações do arábica e da valorização das do café robusta, houve tendência de estreitamento da arbitragem entre os terminais de Nova York e Londres, que encerrou o mês próxima a US$ 0,75.

      graf 3 graf 4

      No mercado cambial brasileiro, o dólar apresentou tendência de enfraquecimento ante o real durante quase todo o mês, mas, no último pregão de janeiro, apresentou forte valorização, anulando as perdas do período e resultando em alta mensal de 1,28%. Em 30 de janeiro foram divulgadas estatísticas prévias do governo norte-americano que indicam crescimento de 2,4% da economia dos Estados Unidos em 2014, consolidando sua tendência de recuperação, embora os resultados do quarto trimestre tenham ficado aquém do esperado. Esse fato, aliado às especulações quanto ao programa de intervenção do Banco Central do Brasil no mercado de câmbio, resultou no fortalecimento do dólar na última sessão do mês, quando foi cotado a R$ 2,6894.

      No mercado físico brasileiro, os indicadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) para as variedades arábica e conilon encerraram janeiro em tendências opostas, com variações acumuladas de, respectivamente, -1,6% e 6%. A valorização do real em período concomitante à queda das cotações externas do café arábica potencializou as perdas no mercado doméstico. Com isso, houve estreitamento no diferencial entre as variedades, que saltou de R$ 182/saca no início do ano e encerrou janeiro em R$ 156/saca.

      graf 5 graf 6

      Por fim, no dia 23 de janeiro foram publicados dois normativos de grande interesse para a cafeicultura. As Portarias Nº 11 e Nº 12 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento declararam estado de emergência sanitária para a broca do café em São Paulo e Espírito Santo, respectivamente. A partir dessas publicações, o Mapa fica autorizado a anunciar a permissão, em caráter emergencial, do uso de produtos substitutos ao Endosulfan no combate à broca do café nesses Estados.

      * Material elaborado pela assessoria técnica do CNC.

    • Tenho sopro no coração, e agora Dra.?

      O sopro cardíaco é uma patologia muito comum, e muitas vezes é sinônimo de cirurgia cardíaca. Frequentemente o paciente ouve o médico falar que tem um sopro no coração, mas raramente entende o que isso significa e quais suas consequências.

      O diagnóstico do sopro é feito pela ausculta cardíaca realizada pelo cardiologista em uma consulta de rotina ou de check up. Após descoberto o sopro deve-se iniciar a complementação do diagnóstico pelo exame chamado ecocardiograma (um ultrassom do coração). Um exame muito simples, indolor, rápido, e que revela inúmeras informações. Nesse exame, serão analisadas várias características do coração, incluindo o estudo dos sopros cardíacos.

      O sopro cardíaco pode ser formado pela simples passagem de sangue pelas artérias e válvulas cardíacas (assim como o barulho das águas de um rio), o chamado sopro inocente. Porém, pode ser secundário a uma má formação cardíaca, estenose de uma valva ou insuficiência da mesma. É muito importante saber sua causa para então iniciar o melhor tratamento. Quanto antes for descoberto o sopro, e iniciado o tratamento, melhor será o resultado do mesmo.

      Algumas doenças não cardiológicas também podem causar sopro, como: doenças da tireoide, anemia, febre reumática, doenças pulmonares, hipertensão arterial sistêmica, entre outras. Portanto, se você for portador de alguma dessas patologias, deve procurar o cardiologista. O sopro causado por essas doenças muitas vezes pode desaparecer se o tratamento for realizado precoce e corretamente.

      O portador de doença valvar pode sentir falta de ar, fadiga, sensação de afogamento ao deitar, tonteira, desmaios, palpitações e inchaço nas pernas. Se a doença não for tratada pode agravar-se levando a lesão de outros órgãos como os pulmões e os rins, podendo até levar a morte súbita.

      Além disso, o paciente que possui sopro pode necessitar de cuidados especiais quando fizer algum procedimento dentário ou médico, como cirurgias e punções, pois esses procedimentos podem favorecer a infecção da válvula lesada e promover sua falência. Por isso é extremamente importante saber se você é portador dessa patologia.

      Atualmente temos inúmeros tratamentos para os sopros cardíacos, podendo ser realizado com medicações, cateterismo, e cirurgias de plástica da válvula ou com a inserção de uma prótese valvar. Quanto antes for diagnosticada a doença e tratada, maior a chance de não precisar de cirurgia e até de curar-se. Dessa forma, procure seu cardiologista para uma consulta de rotina.

      Dra. Paula Fontes Gontijo – Médica Cardiologista e Ecocardiografista da Santa Casa de Patrocínio.

      Consultório no Centro Médico – (34)3831-8899/3831-3670.

    • Ofertas Supermercado Bernardão para terça e quarta 03/02 e 04/02/2015

      SUPERMERCADO BERNARDÃO

      1º BANANA NANICA / MELANCIA: KG R$ 0,99
      2º 6 ITENS DE HORTIFRUTI (TOMATE / CEBOLA / CHUCHU / BETERRABA / CENOURA / MANGA): KG R$ 1,98
      3º MAMÃO FORMOSA / REPOLHO / LIMÃO: KG R$ 1,39
      4º CEREAL NESCAU 270 GRAMAS R$ 5,98
      5º LEITE CEMIL 1 LITRO R$ 1,79
      6º FEIJÃO CARIOCA FUFU LEGAL 1 KG R$ 2,98
      7º ACÉM FRIBOI RESERVA / PERNIL SUÍNO COM OSSO: KG R$ 9,99
      OFERTAS VÁLIDAS “APENAS” PARA ESTA TERÇA E QUARTA
      03/02 e 04/02/2015

  • Publicidade