• Notícias

  • Colunistas

  • Agenda

  • Parceiros

    Parceiros
  • Notícias

    • Administração Municipal inaugura Avenida Dr. Walter nesta quinta-feira (7)

      Escrito por Ascom-PMP

      Av Dr Walter Pereira Nunes

      Com 1,4 km de extensão, a avenida – terceira construída pelo Governo do prefeito Dr. Lucas Campos de Siqueira – trouxe melhorias significativas no trânsito da região com um novo acesso para moradores dos Bairros Marciano Brandão, Santo Antônio, Matinha, Olímpio Nunes, Dona Diva e São Vicente.

      A avenida, que liga o distrito industrial à rotatória do Morada Nova, desafogou o trânsito das avenidas Faria Pereira, Dom José André Coimbra e Altino Guimarães.

      Construída pelas construtoras Falk e Araguaia, a obra custou R$ 1.599.852,93 (Rua Cel. José Feliciano à Rua Major Tobias) e R$518.115,28 (Rua Cel José Feliciano à rotatória da Morada Nova). O valor de R$ 1.500,000 faz parte da emenda parlamentar do deputado federal Silas Brasileiro, o restante da obra foi feita com recursos próprios do município.

      Ao longo de toda a sua extensão foram construídas pista de caminhada, rotatórias, além do serviço de arborização e iluminação.

      Homenagem

      A Avenida leva o nome do médico Dr. Walter Pereira Nunes, uma personalidade querida e conhecida por seus trabalhos em diversos setores em prol dos cidadãos patrocinenses.

      Um dos fundadores da APAE de Patrocínio, do Colégio Agrícola Sérgio Pacheco e da Cooperativa Agropecuária de Patrocínio, da qual foi o primeiro presidente.

      Também fundou o Sindicato Rural, Enxó Clube, Associação Médica de Patrocínio e é atual vice-presidente do Hospital do Câncer de Patrocínio.

      Dr. Walter tem seus trabalhos reconhecidos por toda a categoria médica mineira e comunidade patrocinense.

      Solenidade

      A entrega oficial da nova Avenida acontece às 19h, na rotatória com a rua Cel. José Feliciano.

      Participe.

    • Deputado Deiró conduz audiência sobre Aeroporto da Pampulha

      Deputado Deiró, Presidente da Comissão de Transporte da ALMG conduz importante audiência que discutiu a suspensão de voos do Aeroporto da Pampulha
      05/05/2015 A suspensão iminente de voos da Azul Linhas Aéreas do Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, para cidades do interior do Estado preocupa os deputados da Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), que realizou na tarde desta terça-feira (5/5/15) audiência pública sobre o assunto.

      Entre as decisões tomadas no debate está o agendamento urgente de uma reunião da comissão com a direção da Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) para tentar reverter a medida, conforme reforçou seu presidente, Deiró Marra (PR). Além desse parlamentar, os demais autores do requerimento que possibilitou o debate foram os deputados Ivair Nogueira (PMDB), Isauro Calais (PMN), Bonifácio Mourão (PSDB), Carlos Pimenta (PDT), Celinho do Sinttrocel (PCdoB) e Alencar da Silveira Jr. (PDT).

      Informações divulgadas pela Azul ainda no final de março dão conta de que a previsão do início das mudanças é a próxima segunda-feira (11). A compra de passagens nas rotas afetadas já teria sido bloqueada. Voos com destino a Ipatinga (Vale do Aço), Governador Valadares (Vale do Rio Doce), Montes Claros (Norte de Minas), Uberlândia (Triângulo Mineiro) e ainda Guarulhos (SP), que partem do Aeroporto da Pampulha, serão direcionados para o Aeroporto Internacional de Confins.

      A Azul continuaria operando no aeroporto central de Belo Horizonte apenas voos com destino a Campinas (SP), Vitória e Brasília. Na outra ponta, o Governo do Estado e a Infraero estariam interessados em estimular a capacidade de voos na Pampulha, esforço que seria direcionado justamente aos voos para outras capitais, com aeronaves maiores, o que desagrada os moradores da região, que temem o aumento do barulho, falta de segurança e impactos no trânsito, conforme vários depoimentos feitos ao final da reunião.

      Segundo informações da Infraero, o Aeroporto Carlos Drummond de Andrade, mais conhecido como Aeroporto da Pampulha, iniciou suas atividades em 1933, para receber então os voos do Correio Aéreo Militar. O terminal recebeu sua primeira linha aérea comercial (Belo Horizonte-Rio de Janeiro) em 1937 e foi a única opção para o passageiro da Capital até a inauguração do Aeroporto de Confins, em 1983. Seu recorde de movimento foi registrado em 2002, com 3.073.976 passageiros.

      A decadência do aeroporto começou em 2004, com a decisão do Governo do Estado de priorizar voos em Confins, então subutilizado. Naquele ano, 2,3 milhões de passageiros utilizaram o Aeroporto da Pampulha, contra 290 mil em Confins. No ano passado, foram quase 12 milhões em Confins, contra 950 mil na Pampulha.

      De 2007 a 2010, o aeroporto ficou completamente fechado para esse tipo de voo. Em 2010, a portaria da Anac que estabelecia critérios para operações no Aeroporto da Pampulha, entre eles a restrição de pousos e decolagens com aeronaves acima de 50 assentos, foi derrubada. A partir daí, a autorização de voos vem sendo avaliada caso a caso pela Anac e outros órgãos envolvidos, conforme chegam os pedidos das companhias aéreas. Agora, a melhor perspectiva para o Aeroporto da Pampulha, segundo a maioria das opiniões defendidas na audiência da Comissão de Transporte, vai na contramão da decisão da Azul, ou seja, o aumento dos voos regionais.

      Azul prioriza conexões em Confins

      O assessor da Presidência da Azul para Assuntos Institucionais, Ronaldo da Silva Veras, confirmou a decisão, mas disse que a empresa está disposta a rediscutir o assunto. Ele reforçou ainda o compromisso da Azul com o desenvolvimento do Estado. “Minas é o segundo principal hub de operação da empresa. São 82 operações diárias em Confins e 11 na Pampulha. Temos aqui um call center com 500 pessoas, com a perspectiva de mais contratações; e quatro hangares na Pampulha, com alguns tipos de manutenção de aeronaves. Nós não reclamamos da falta de equipamentos, brigada de incêndio e outros problemas em alguns aeroportos mineiros. Em Governador Valadares, por exemplo, não temos operações por instrumentos à noite devido à presença de uma linha de trem. Mas não dá mais para termos somente voos regionais na Pampulha”, apontou.

      “Quem vem de Governador Valadares tem acesso a 34 conexões por dia em Confins. Embarquei recentemente em um voo de Valadares para BH e, dos 64 passageiros na aeronave, só cinco tinham BH como destino final. Fizemos estudos antes de tomar esta decisão e os resultados dessas mudanças serão interessantes. Esses passageiros vão evitar ter que pegar um ônibus ou outro meio de transporte para Confins”, acrescentou o executivo da Azul. Segundo ele, em contrapartida, a empresa deve anunciar em breve operações em novas cidades do interior mineiro, como em Varginha (Sul de Minas), mesmo em um cenário de aumento de custos com a alta do dólar. O preço médio das tarifas, segundo ele, foi reduzido em 50% nos últimos dez anos no País.

      Gol – O diretor de Relações Institucionais da Gol, Alberto Fajerman, também defendeu o aumento de opções de ligação entre as capitais voltadas sobretudo para viagens de negócios. “Confins será sempre mais adequado, sobretudo por ter mais opções de ligações nacionais e internacionais, mas não entendo o porquê de o Aeroporto da Pampulha ter limitações, que não são apenas técnicas, para pousos e decolagens de aeronaves. Os aviões de hoje são todos da chamada categoria 3, menos ruidosos, e podemos atuar dentro da faixa das 6 às 23 horas, para limitar o incômodo”, destacou o executivo. Ele lembrou ainda o fato de a empresa ter sido fundada por um empresário de Patrocínio (Alto Paranaíba) e manter em Confins um centro de manutenção que é o maior do gênero na América do Sul.

      O parlamentar patrocinense afirmou: “Sabemos que a Azul não pode manter uma operação deficitária, mas a taxa de ocupação não aponta um déficit operacional. Eu voo por toda Minas Gerais e não vejo isso. Há demanda reprimida até para mais horários, como no Triângulo Mineiro. Acho que a decisão da Azul foi precipitada”, avaliou o deputado Deiró Marra, que conduziu os debates.
      ASSESSORIA PARLAMENTAR e Portal da ALMG

    • Em Dia Com o Hospital do Câncer de Patrocínio

      Doação

      O Hospital do Câncer de Patrocínio recebeu no mês de Abril uma doação da sra. Eliza Fernandes Alves Dias e gostaria de compartilhar essa doação tão bacana com todos aqueles que nos acompanham nas redes sociais.

      A Eliza é uma arquiteta que reside em Belo Horizonte,  filha de um dos membros do nosso Conselho de Administração, figura conhecida no município de Patrocínio, o jornalista José Carlos Dias, que está sempre presente no nosso desenvolvimento.

      A doação que recebemos foi uma série de laços para cabelo, adereço super na moda que não sai das cabeças de nossas pequenas modistas e está fazendo o maior sucesso entre as crianças em Belo Horizonte.

      Os laços, que foram feitos pela Gabriela Rezende Siqueira,  já estão aqui no Hospital, e o intuito é arrecadar dinheiro para nosso crescimento.

      Se você se interessou e quer ajudar o Hospital do Câncer de Patrocínio entre em contato conosco ou passe aqui no Hospital para adquirir o seu!

      E se você quer fazer como a Eliza e abraçar o Hospital do Câncer saiba que estamos sempre abertos pra receber nossos amigos.

      Muito obrigada pela doação!

      Faça como a Eliza, abrace o Hospital do Câncer!

    • Câmara Municipal realizou 9ª Reunião Ordinária

      A Câmara Municipal de Patrocíniorealizou na noite de terça-feira, 05/05, a 9ª Reunião Ordinária de 2015 com as presenças de 14 vereadores. A ausência do vereador Fábio de Paulo dos Reis foi justificada. Iniciando os trabalhos o vereador José Renaldo da Cunha fez a leitura bíblica. A presidente Marly Ávila solicitou aos Pares a dispensa da leitura da Ata da 8ª Reunião Ordinária, o que foi aprovado por todos.
      Em correspondências foi apresentado e acolhido o Ofício nº 69/2015 do Gabinete do Prefeito Municipal, solicitando à Câmara a devolução do Projeto de Lei nº 53/2015 que Autoriza permuta de imóveis entre o município de Patrocínio e a Empresa BrasileiroSpecialityCoffes Trading Comércio de Café Ltda, aprovado por unanimidade pelos vereadores.
      Matérias encaminhadas
      Á Comissão de Legislação, Justiça e Redação foram enviadas três matérias para a emissão de pareceres: Processo de Decreto Legislativo nº 72/2015 – Concede título de cidadão honorário ao senhor Pedro Siqueira Aguia, de autoria do vereador Marco Antônio deCastro Alves; Processo de Lei nº 238/2015 – Insere como conteúdo extracurricular nas atividades pedagógicas nas escolas municipais da zona rural o programa educativo “Pequeno Agricultor”, de autoria do vereador Thiago Malagoli; Processo de Lei nº 239/2015 – Denomina de “Antônio Pires da Silva”, o Projeto Saúde na Praça, localizado na Av. Faria Pereira esquina com a Av. Enéas Ferreira de Aguiar nº 1387, bairro Nações, município de Patrocínio, de autoria do vereador Carlos Alberto Silva.
      Ordem do Dia

      Em segunda votação e redação final foram aprovados dois projetos de autoria doPrefeito Municipal:Processo de Lei nº 218/2015 (PL nº 01/2015 – Altera a Lei nº 4.660 de 21 de junho de 2013, que autoriza o Poder Executivoproceder a dação em pagamento, pela desapropriação indireta de bens imóveis e Processo de Lei nº 219/2015 (PL nº 02/2015) – Autoriza a desafetar e celebrar permuta de imóveis entre o município de Patrocínio e Heleno Costa Aguiar.
      Em primeira discussão e votação foram aprovados o Processo de Lei nº 226/2015 (PL 07/2015) – Autoriza o município a doar o imóvel que especifica, de autoria doPrefeito Municipal e o Processo de Lei nº 231/2015 – Cria o Fundo Municipal de Proteção ao Consumidor , de autoria do vereador Thiago Malagoli.
      Em discussão e votação única foram aprovadas quatro Indicações dos vereadores José de Arimateia Neves e Thiago Malagoli; um requerimento de informações do vereador Thiago Malagoli; um requerimento de convite e um requerimento de convocação ambosdos vereadores Cássio Remis Santos e José de Arimateia Neves.

      Grande Expediente

      O espaço do Grande Expediente teria a participação de Joaquim Correa Machado Filho que enviou uma correspondência justificando a sua ausência e agradecendo a oportunidade.

    • Baile das Mães no Catiguá – 09 de maio

    • Homenagem da Santa Casa ao Dia das Mães

    • Boletim Conjuntural do Mercado de Café – Abril de 2015

      Diante da proximidade da colheita brasileira, futuros do café reagem timidamente ante a desvalorização do dólar.

      O mercado futuro do café arábica acumulou discreta valorização em abril, motivada principalmente pela tendência de queda do dólar. A proximidade da colheita nacional e o aumento das especulações devido à divulgação de estimativas internacionais sem embasamento de campo para a temporada 2015/16 do Brasil impediram maior reação dos preços futuros diante da recuperação do real ante a divisa norte-americana.

      As sucessivas divulgações de indicadores negativos relativos ao desempenho da economia dos Estados Unidos levaram o dólar a perder força no mercado externo, tendência internalizada no Brasil. A fraca criação de empregos, a queda na produção industrial norte-americana, registradas em março, e a decepcionante expansão de apenas 0,2% do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre de 2015 reforçaram a percepção de que o início da subida dos juros dos EUA não será iminente, acentuando a desvalorização do dólar em abril.

      Outro fato que merece atenção, pois influencia o mercado cambial, é o movimento de recuperação no preço do petróleo. Nos últimos 30 dias, o petróleo WTI apresentou valorização de aproximadamente 17%, sendo a commoditycom maiores ganhos na Bolsa de Nova York. Essa tendência, em um cenário de baixa probabilidade de elevação dos juros da economia norte-americana, cria um ambiente favorável ao fortalecimento das moedas dos países exportadores de commodities, a exemplo do real brasileiro.

      Os fatores externos, mais o fluxo positivo de divisas no Brasil em abril e a melhora da confiança dos investidores na economia nacional, frente às articulações para a consecução do ajuste fiscal, resultaram na recuperação do real frente à moeda norte-americana. Assim, o dólar comercial encerrou abril a R$ 3,0131, com queda de 5,6% no mês.

      Em relação ao comportamento dos fundos que operam no mercado futuro e de opções de café arábica da ICE Futures US, o saldo líquido de posições vendidas apresentou certa redução, mas ainda se encontra elevado na comparação com o histórico dos últimos doze meses, dificultando uma maior reação dos preços futuros do arábica.
      ##nothumbs##
      ##nothumbs##
      O vencimento julho do Contrato C da Bolsa de Nova York acumulou discreta alta de 135 pontos, sendo cotado a US$ 1,3745 por libra-peso no último dia de abril. A cotação média mensal, de US$ 1,4, foi 29,6% inferior à do mesmo período de 2014. Os estoques certificados de café arábica da ICE Futures US apresentaram redução de 48.513 sacas, encerrando o mês em 2,26 milhões de sacas. O volume estocado encontra-se em patamar 12% inferior ao observado no mesmo período do ano anterior, de 2,57 milhões de sacas.

      O mercado futuro da variedade robusta também encerrou o mês com pequena variação positiva. O vencimento julho/2015 negociado na ICE Futures Europe acumulou alta de US$ 34, sendo cotado a US$ 1.792 por tonelada no último dia de abril. A cotação média mensal, de US$ 1.812/t, foi 14,5% inferior à de abril de 2014. Os estoques certificados de conilon monitorados pela Bolsa mantiveram a tendência de alta e atingiram aproximadamente 2,33 milhões de sacas em abril, volume aproximadamente dez vezes superior ao contabilizado no mesmo período do ano passado.

      ##nothumbs##
      ##nothumbs##
      No mercado físico brasileiro, os preços do café encerraram abril acumulando queda. Os indicadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) para as variedades arábica e conilon foram cotados, no final do mês, a R$ 435,70/saca e a R$ 294,19/saca, com perdas de, respectivamente, 1,9% e 2,8% no mês. Segundo o Cepea, a queda mais acentuada nos preços do café conilon se deveu à entrada no mercado de lotes da safra 2015/16. Levantamento realizado pela instituição indicou que, em meados de abril, ainda restavam cerca de 20% dos grãos da safra 2014/15 capixaba para serem negociados. Esse café apresenta qualidade superior à dos primeiros lotes da nova safra, que foi prejudicada pela estiagem. Em Rondônia, praticamente todo o volume colhido no ano anterior já foi comercializado e a nova safra (2015/16) tem sido prejudicada por chuvas e elevado número de grãos verdes nos pés.
      Em relação à variedade arábica, as pesquisas realizadas em abril pelo Cepea indicaram ritmo lento nas negociações para entrega futura da safra 2015/16, com valores variando entre R$ 460,00 e R$ 550,00 por saca nos contratos firmados para realização em setembro e outubro de 2015. Em meados de abril, apenas no Cerrado Mineiro, na Zona da Mata de Minas e na Mogiana Paulista o porcentual comercializado do volume a ser colhido em 2015 superava os 10%. No mesmo período do ano anterior, a comercialização ultrapassava os 30% em muitas praças, devido à forte valorização dos preços observada no primeiro trimestre de 2014.

      * Material elaborado pela assessoria técnica do CNC.

      Conselho Nacional do Café – CNC

      SCN Qd. 01 Bloco C, nº 85, Ed. Brasília Trade Center – Sala 1.101
      Brasília(DF) – cep: 70711-902
      Contatos/Fax: (61) 3226-2269 / 3342-2610

    • Pauta da 9ª Reunião Ordinária da CMP

      PAUTA 9ª REUNIÃO ORDINÁRIA
      3ª Sessão Legislativa – Legislatura 2013/2016
      DATA: 05.05.2015

      PEQUENO EXPEDIENTE:

      1) Mensagem Bíblica
      2) Leitura da ata da 8ª reunião ordinária.
      3) Leitura das Correspondências
      4) Encaminhamento de matéria à Comissão de Legislação, Justiça e Redação para emissão de parecer:
      • Processo de Decreto Legislativo nº 72/2015 – Concede título de cidadão honorário ao senhor Pedro Siqueira Aguiar (autor: Verº. Marco Antônio de Castro Alves)
      • Processo de Lei nº 238/2015 – Insere como conteúdo extracurricular nas atividades pedagógicas nas escolas municipais da zona rural o programa educativo “Pequeno Agricultor” e dá outras providências (autor: Verº. Thiago Malagoli)
      • Processo de Lei nº 239/2015 – Denomina de “Antônio Pires da Silva”, o Projeto Saúde na Praça, localizado na Av. Faria Pereira esquina com a Av. Enéas Ferreira de Aguiar nº 1387, bairro Nações, município de Patrocínio-MG (autor: Verº. Carlos Alberto Silva)

      ORDEM DO DIA

      2ª (SEGUNDA) VOTAÇÃO E REDAÇÃO FINAL:
      • Processo de Lei nº 218/2015 (PL nº 01/2015 – Altera a Lei nº 4.660 de 21 de junho de 2013, que autoriza o Poder Executivo proceder a dação em pagamento, pela desapropriação indireta de bens imóveis, e dá outras providências (autor: Prefeito Municipal)
      • Processo de Lei nº 219/2015 (PL nº 02/2015) – Autoriza a desafetar e celebrar permuta de imóveis entre o município de Patrocínio e Heleno Costa Aguiar e contém outras providências (autor: Prefeito Municipal).

      1ª (PRIMEIRA) DISCUSSÃO E VOTAÇÃO:
      • Processo de Lei nº 226/2015 (PL 07/2015) – Autoriza o município a doar o imóvel que especifica e contém outras providências (autor: Prefeito Municipal).
      • Processo de Lei nº 231/2015 – Cria o Fundo Municipal de Proteção ao Consumidor e dá outras providências (autor: Verº Thiago Malagoli)

      DISCUSSÃO E VOTAÇÃO ÚNICA:

      – Indicações nºs.: 772 a 775/2015
      – Requerimento de Informações nº.: 61/2015
      – Requerimento de Convite nº.: 10/2015
      – Requerimento de Convocação nº.: 06/2015
      GRANDE EXPEDIENTE
      – Sr. Joaquim Correia Machado Filho – prestar uma homenagem póstuma.

      Patrocínio-MG., 04 de maio de 2015.

      Marly Fátima de Souza Ávila     José Roberto dos Santos
      Presidente                                      Secretário

    • Ofertas Supermercado Bernardão para 05/05 e 06/05/2015

      SUPERMERCADO BERNARDÃO

      1º COXA COM SOBRECOXA DE FRANGO CONGELADO KG R$ 3,99
      2º BISTECA SUÍNA KG R$ 6,98
      3º EXTRATO DE TOMATE ELEFANTE 850 GRAMAS R$ 6,99
      4º AZEITE GALLO PURO 500 ML R$ 10,98
      5º MACARRÃO BARILLA COM OVOS 500 GRAMAS R$ 1,99
      6º CHUCHU / LARANJA / MEXERICA: KG R$ 0,98
      7º 5 ITENS DE HORTIFRUTI (MAMÃO FORMOSA / REPOLHO VERDE / CARÁ / INHAME / MELANCIA): KG R$ 1,39
      OFERTAS VÁLIDAS “APENAS” PARA ESTA TERÇA E QUARTA
      05/05 e 06/05/2015

    • Diretoria da COOPA anuncia Fenicoopa 2015

      Diretoria da  COOPA anunciou  nesta quinta-feira, 30 de abril, a Fenicoopa 2015 que será realizada  dias 06, 07 e 08 de setembro, no Parque de Exposições Brumado dos Pavões, em Patrocínio/MG.

      Sempre incentivando a união e integração o COOPA Jovem e AMACOOPA, grupos de jovens e mulheres cooperativistas, organizam-se para assistência e participação na Fenicoopa 2015. A AMACOOPA realizará o Festival de Pratos Típicos Quitandas da Fazenda, uma deliciosa mostra culinária que apresenta de maneira encantadora a extraordinária pluralidade e riqueza gastronômica da região.

      Além das diversas atividades da  Fenicoopa 2015 a Campanha de Marketing, envolvendo o COOPA Supermercados, os Postos COOPA e Loja de Conveniência, tem como atração musical a lendária dupla sertaneja Bruno & Marrone. O show ocorrerá no dia 20 de setembro, a partir das 20h, no Parque de Exposições Brumado dos Pavões, em Patrocínio.

      Para participar os cooperados e clientes do COOPA Supermercado em Patrocínio, ou Coromandel, dos Postos COOPA Centro e Morada Nova e Loja de Conveniência deverão fazer suas compras nestes estabelecimentos, de 1º de junho a 18 de setembro. A cada R$ 1.000,00 em compras, será realizada a troca por 1 (um) ingresso para show*.

      A COOPA espera participação de todos os seus associados com o desejo de que a Fenicoopa renda os frutos necessários para que 2015 consagre lucros e crescimento a seus participantes. Em breve serão divulgadas mais informações acerca da programação da Fenicoopa 2015.

      Programação Prévia da FENICOOPA 2015
      Setembro
      04 – Abertura Oficial
      06, 07, 08 e 09- Feira de Negócios
      Torneio Leiteiro
      Leilão de Gado de Leite
      Mostra de Animais / Julgamento
      Missa Sertaneja
      Festival de Pratos Típicos
      Atividades para Mulheres e Jovens Cooperativistas
      Promoções nos departamentos e produtos COOPA
      Show Campanha de Marketing (Supermercados – Patrocínio e Coromandel, Postos COOPA Centro e Morada Nova e Loja Conveniência). *exceto óleo diesel no Posto COOPA

      Com informações da Assessoria de Marketing da COOPA

  • Publicidade